6 de janeiro de 2012

Noblat transcrevendo Blog do Sarafa: PAPAGAIO COME O MILHO, PERIQUITO LEVA A FAMA.

A velha mídia piguenta (PIG - Partido da Imprensa Golpista) no seu afã histérico de derrubar mais um ministro da Dilma, deitou e rolou em cima do Bezerra. Tudo para Pernambuco! Mas agora, pelo menos o Noblat, ao que parece, tenta corrigir essa mentirada. PHA vê outros motivos, segundo ele, essa onda teria o objetivo de queimar uma eventual canditatura do neto do Arraes à presidência. Foi postado por ele uma tabela com a destinação dos recursos por Estado, com  valores de Empehado e Pago. Interessante analisar a situação.

O post original está no Blog do Sarafa!


Política   Enviado por Ricardo Noblat -6.1.2012 | 12h32m

Papagaio come milho, periquito leva a fama

Blog do Sarafa

No ano passado ocorreram enchentes em Pernambuco, fato amplamente divulgado. Para evitar a repetição nos anos seguintes, o Governo de Pernambuco estimou o valor das obras – 250 milhões de reais – e reivindicou recursos do Governo Federal. Apresentou os projetos, seguiu toda a burocracia, mas no final recebeu apenas 25 milhões, ou seja, 10% do valor.
Agora, o jornal O Estado de S.Paulo pegou esse valor e comparou com os repasses federais feitos aos Estados apenas nessa rubrica concluindo que o valor corresponde a 90% da verba gasta pelo Governo Federal em prevenção de enchentes.
Virou manchete e ataques ao Ministro Fernando Bezerra sob a alegação que ele é de Pernambuco e por isso estaria privilegiando seu Estado natal.
Hoje todos os colunistas políticos do eixo Rio, São Paulo e Minas atacam o Ministro. Falam sempre que 90% dos recursos foram para Pernambuco, mas não dizem que esses 90% representam 25 milhões de reais.
Acessei o Portal da Transparência e verifiquei que em 2011 o Governo Federal repassou para Estados e Municípios o valor total de R$ 237.271.169.809,83.
Desse total, São Paulo recebeu R$ 26.511.999.809,60, ou seja, 11,17% do todo; o Rio de Janeiro, R$ 20.542.872.058,50, ou seja, 8,66%; e Minas Gerais R$ 19.721.686.132,87, 8,32%.
Esses três Estados, onde está a grande imprensa, ficaram com 28,06% do bolo total de DUZENTOS E TRINTA E SETE BILHÕES DE REAIS, e não com 90% de uma parte infinitamente menor do todo, igual a VINTE E CINCO MILHÕES DE REAIS.
Isso, no entanto, eles escondem e ficam fazendo onda com um repasse de 25 milhões quando eles receberam 67 BILHÕES DE REAIS, ou seja, quase 3.000 vezes mais e quase 1/3 de todo o monte, sobrando os outros 2/3 para dividir com as outras 24 unidades da Federação.
Não sei se isso é só ignorância, ou se é má fé. Acho que tem um pouco de cada coisa.
Acesse o Portal da Transparência, conheça todos os dados e tire suas conclusões.

Nenhum comentário: