24 de janeiro de 2012

Agência Brasil: Autoridades negam que tenha havido morte durante desocupação em São José dos Campos

É sempre bom repetir: a truculência da polícia do PSDB está cada vez maior! Aqui não foi só a polícia, foi uma precipitação perversa de uma juíza. E falhou o governo central por não desapropiar de imediato toda a área, do homem bom, Nagi Nahas!

Autoridades negam que tenha havido morte durante desocupação em São José dos Campos

24/01/2012 - 14h04

Alex Rodrigues*
Repórter da Agência Brasil


Brasília – Ao menos 23 pessoas ficaram feridas durante os conflitos entre moradores de um terreno ocupado em São José dos Campos, no interior paulista, e policiais militares que cumprem decisão judicial de reintegração de posse. Segundo a prefeitura, a maioria sofreu ferimentos leves e foi socorrida nas unidades de Pronto-Atendimento. Um das vítimas, contudo, continua internada. Trata-se de um homem atingido por um tiro.

Hoje (24), autoridades negaram à Agência Brasil a informação divulgada ontem (23) de que houve morte durante a retirada das cerca de 9 mil pessoas que vivem há sete anos e 11 meses na área conhecida como Pinheirinho, na periferia da cidade. A prefeitura informa que, em agosto de 2011, cerca de 5.500 pessoas viviam no local. De acordo com a Polícia Militar, “é improcedente a afirmação de que teria ocorrido alguma morte durante as ações”. Toda a ação foi documentada e acompanhada por autoridades do Poder Judiciário, diz a corporação. Continue lendo.

Nenhum comentário: