11 de fevereiro de 2012

Estadão & Espaço Vital: Desembargador[MG] é denunciado por vender liminar

É pouco receber em torno de 30 mil por mês, tem que se locupletar. Será que receberá como prêmio, digo pena, a aposentadoria compulsória?! Os mais iguais...(principal post relacionado)

Desembargador é denunciado por vender liminar

11 de fevereiro de 2012 | 7h 03

AE - Agência Estado


Oito meses depois de ser preso, o desembargador Hélcio Valentim de Andrade Filho, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por vender habeas corpus para traficantes. A denúncia foi encaminhada ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e, se recebida, transformará Valentim em réu.

Além dele, foram denunciadas outras 12 pessoas, incluindo o comerciante Tancredo Aladim Rocha Tolentino e o advogado Walquir Rocha de Avelar Júnior, vereador pelo PTB em Oliveira, no centro-oeste mineiro.

Valentim presidia a 7.ª Câmara Criminal do TJ-MG, mas foi afastado por decisão do STJ em junho do ano passado, durante a operação Jus Postulandi, comandada pela Polícia Federal. Atualmente, ele responde também a processo administrativo na corte mineira. O caso está a cargo do também desembargador Antônio Armando dos Anjos, mas, segundo a assessoria do tribunal, não há prazo para ser julgado. Continue lendo.

Link abaixo, notícia completa


Ascobom (Divulgação) de Espaço Vital  Digo eu: Impoluto senhor!

Um comentário:

Lucas Abreu Costa disse...

Pouca vergonha..bandido magistrado, que absurdo! Tinha que perder sumariamente o cargo e ir parar na cadeia. Esquema organizado, ein? Pena que para fins podres..