6 de julho de 2012

IstoÉ: O lado bom do aborrescente

Clique para ampliar - Arte IstoÉ
"Esqueça o que você ouviu falar sobre essa faixa etária. Pesquisas recentes derrubam os estereótipos e mostram que 80% desses jovens atravessam essa fase sem maiores percalços. Saiba como tirar proveito da adolescência e aprenda a superar os conflitos"

Um comentário:

Lucas Abreu Costa disse...

Grande verdade. Sempre acreditei que os estereótipos acerca dos chamados "aborrescentes" são generalizados e em grande parte não correspondem à realidade.Na verdade, até esse termo - aborrescente - não se aplica a muitos deles. Muitos ouvem sim seus pais, ficam titubeando na hora de tomar decisões como a maioria de nós, os adultos "maduros", e sabem sim, na maioria das vezes, as consequências de suas atitudes. E, via de regra, as atitudes punitivas radicais dos pais, no lugar dos bons exemplos e do diálogo, são desastrosas.