18 de junho de 2012

Caros Amigos: Nova Democracia inicia negociações para compor seu governo

(Experimente o uso dos marcadores - tags, abaixo de cada post, em vermelho, é mais rápido do que a busca, acima, a esquerda.)

Nova Democracia inicia negociações para compor seu governo

Esta segunda-feira foi dia de reuniões e negociações em Atenas

Por Caio Zinet

Enviado Especial de Caros Amigos


ATENAS - Os principais líderes do Nova Democracia passaram toda essa segunda-feira em reuniões na tentativa de conformar coalizões com os demais partidos para formar um governo. Antonio Samaras, principal líder e provável futuro primeiro-ministro da Grécia, afirmou ontem que quer fazer um governo de União Nacional com todos os partidos. Seu desejo, no entanto, não irá se concretizar.

Os conservadores dos Gregos Independentes (racha do Nova Democracia), que são contra as medidas de austeridade, também não devem fazer parte do governo com o Nova Democracia. “Não podemos fazer parte de um governo nas condições que Samaras coloca”, afirmou Pannos Kamennos.

Sem Alianças

O Partido Comunista Grego (KKE) já havia dito que não faria coalizões, qualquer que fosse o resultado das eleições de 17 de junho. O Nova Democracia decidiu não fazer reunião com o fascista Amanhar Dourado. Dessa forma, as últimas opções de coalizão para o Nova Democracia são o Esquerda Democrática (racha da Syriza) e o Pasok (Movimento Socialista Pan-Helênico). O primeiro deixou claro antes das eleições que acredita que o mais importante para a Grécia nesse momento é conformação de um governo, e portanto devem fazer parte de uma coligação que dê suporte ao novo primeiro-ministro grego.

A aliança com o Pasok, que antes da eleição era dada com certa, ainda não está confirmada. Evangelos Veninzelos, líder do partido, surpreendeu os gregos em seu discurso ontem a noite quando afirmou que só participaria de um governo com o Nova Democracia caso a Syriza também participasse. “Precisamos da uma governo nacional de co-responsabilidade”, afirmou.
Como esse cenário está descartado, há uma possibilidade de o Pasok não compor o novo governo. A expectativa, no entanto, é que Venizelos recue da posição adotada no discurso pós-eleitoral e participe do governo.

Pela legislação grega, o primeiro partido nas eleições tem 3 dias para formar um governo, mas a expectativa é que a composição final seja anunciada nesta terça (19) quando todos os partidos principais se reunirão. O novo governo deverá ter a participação da Esquerda Democrática e do Pasok, além do vencedor nas eleições, Nova Democracia. Nesse cenário, a base de apoio de governo teria 179 deputados dos 300 que compõem o parlamento.
 
Amanhecer Dourado “comemora” resultado

Os fascistas do Amanhecer Dourado realizaram mais um ataque na noite de ontem. A vítima foi um imigrante paquistanês que foi esfaqueado em uma estação de trem de Atenas. Testemunhas dizem que 11 homens vestidos de preto, espécie de uniforme do partido, deram socos e pontapés no imigrante e em seguida o esfaquearam. A vítima foi encaminhada para o hospital, e embora esteja muito machucado não corre risco de morte.

Esses ataques se tornaram comuns, em especial depois das eleições de 6 de maio que deram 7% de votos para os nazistas. Poucos responsáveis foram presos, e nenhum foi punido até o momento. O principal motivo para a impunidade é que os principais apoiadores dos fascistas estão na polícia grega. Estima-se que 50% dos policiais votaram no Amanhecer Dourado que manteve os resultados das últimas eleições e terá direito a 18 cadeiras. Origem.

Nenhum comentário: