14 de março de 2012

Redação do REFAZENDA2010-blog & Hoje em Dia: Moradores se posicionam contra festa no Parque

BH, a cidade do Não Pode! Bela desculpa dos moradores. O que eles não querem mesmo é o monte de gente e de veículos que subirão a serra! BH já tem ruas fechadas e com a autorização da PBH, ferindo o direito de ir e vir. Agora vir falar em prejudicar os animais por causa do barulho... Temporais gigantescos acontecem com uma relativa frequência na cidade e assustam os indefesos bichinhos?! Conversa para boi dormir! Veja post anterior nesta página.

A Associação dos Moradores do Bairro Mangabeiras teme que o barulho afugente os animais - Mauricio de Souza/arquivo Hoje em Dia
Moradores se posicionam contra festa no Parque

Ação será ajuizada para tentar barrar a Saint Patrick’s Day, marcada para o próximo sábado dentro do parque

Celso Martins - Do Hoje em Dia - 14/03/2012 - 08:54

Uma ação judicial, com pedido de liminar, poderá impedir a realização da Saint Patrick’s Day, a festa da cerveja, marcada para o próximo sábado (17) no Parque da Mangabeiras, região Centro-Sul da capital. O evento deve reunir sete mil pessoas. A ação será ajuizada pela Associação dos Moradores do Mangabeiras, que na semana passada pediu à Promotoria de Meio Ambiente que tome providências para barrar a festa.
 
No ano passado, a Saint Patrick’s Day foi realizada na Savassi. Por causa dos impactos, como excesso de lixo na rua, a prefeitura não permitiu que o evento fosse reeditado na região. “O Parque da Mangabeiras é uma área de proteção ambiental. Por ser um local com várias entradas, o número de pessoas poderá passar de 20 mil. Há um grande risco de danos à vegetação e de incêndio florestal”, alerta o presidente da associação dos moradores, Marcelo Marinho Franco.
 
Outra preocupação dos moradores é com relação à poluição sonora. O evento está marcado para começar às 8 horas e terminar às 22 horas, mas Marcelo Marinho teme que a festa se alastre até de madrugada. “O parque tem animais que vivem perto da Praça da Águas e que poderão fugir assustados com o barulho”, diz.
 
A associação dos moradores enviou documento ao Ministério Público Estadual, alegando que há um termo de ajustamento de conduta (TAC), assinado no fim da década de 1990, que impede megaeventos no Mangabeiras. Neste acordo, a prefeitura se comprometeu a proibir eventos que se estendam pela noite. Continue lendo.

Nenhum comentário: