16 de janeiro de 2015

Carta Maior [Saul Leblon]: Somos todos Manchetômetro!

Uma ferramenta, que está de volta. Da UERJ. Medirá os desmandos da manipulação midiática das nove famílias brasileiras que detém o oligopólio da imprensa

Carta Maior [Saul Leblon]: Somos todos Manchetômetro!

Tremei déspotas da primeira página: sua parcialidade voltou a ser medida e monitorada cientificamente pelo manchetômetro, site de monitoramento de mídia

Saul Leblon

No momento em que o conservadorismo captura o tema da liberdade de expressão para, mais uma vez, colocá-lo ao abrigo das suas conveniências, servindo-se agora da justa comoção causada pelo massacre terrorista contra o Charlie Hebdo, uma fresta se abre na esférica blindagem do oligopólio midiático brasileiro.


Reprodução

De dentro dela uma teimosia se levanta para  dizer:  ‘O Manchetômetro está de volta’. Tremei déspotas da primeira página e maestros das escaladas de uma nota só: sua parcialidade voltou a ser medida e monitorada cientificamente.

O site de monitoramento de mídia, criado por pesquisadores da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) para avaliar a cobertura das eleições de 2014 fez tanto sucesso –entenda-se, incomodou tanto—que voltou à frente de batalha.

Espera-se que desta vez para ficar.

Leia tudo.

Nenhum comentário: