21 de outubro de 2014

Redação da REFAZENDA2010-blog-Artigo-A Verdadeira Saúde em Minas Gerais, uma faceta!

A Verdadeira Saúde em Minas Gerais, uma faceta!

Cultura Organizacional – Centralização –Desplanejamento - Neoliberalismo -
Contratação ao invés de Concurso - plano$ de $aúde - Coparticipação
Omissão de Socorro
INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SEVIDORES PÚBLICOS DE MINAS GERAIS
IPSEMG: Autoristarismo e Prepotência

Sempre fui um ardoroso de defensor da saúde pública. Dependente e usuário também. E isso bem antes da criação do SUS, aliás excelente, mas sabe-se lá porque, poucos médicos querem trabalhar para algum órgão ligado ao sistema.

De graça não existe nada. Ou recebe-se via Tributos ou diretamente, que é o caso, via Contribuição.

A contribuição foi compulsória até a década de 1990. Algum promotor de Minas Gerais entendeu desse modo. A prefeitura de Belo Horizonte também entendeu assim. Ou seja, só pelo SUS!. E o Hospital do Servidor – HOSPITAL MUNICIPAL ODILON BEHRENS – foi transformado em hospital geral para toda a população e recebe recursos também do SUS.

Funcionários de maior salário foram saindo. Isso se deu também, após alguém decidir separar a contribuição de previdência e da saúde. Um amigo e colega de carreira, à época na Direção dessa Casa foi taxativo: “Vocês fizeram a maior burrice...” . Isso mesmo, literal.

Eu sou um funcionário concursado e de salário maior. Embora tenha sido atropelado por doença incapacitante e grave, mas, não listada na legislação pertinente. Em 2009, em Minas, isso mudou. Fui contemplado? Não!

Voltando ao Instituto. Em 28 de agosto de 2012, numa maca do SAMU, fui recusado pelo Serviço Médico de Emergência do IPSEMG – SMU. Fui levado para a UPA Centro Sul de Belo Horizonte. Fiquei lá por quase 24 horas e sem diagnóstico. Já noite no dia posterior, de maca e um corredor lateral, algum neurologista desceu de qualquer andar e constatou: AVC!

No começo do milênio, um tal filho do Cunha, mas criado por banqueiro e que mora no Rio; tomou um choque e com uma 45 rasgou um dívida de um bilhão de reais, do Estado de Minas Gerais para o citado Instituto. Dívida essa que seria paga em trinta anos!

Por que escrevo só agora tudo isso? Simples, por que alguém nessa semana, quando ao pegar uma cadeira de rodas, disse: Tem que deixar a identidade aquiNão ouvi. Subiu alguém da MGS (servidor, contratado, não sei o que é!) e fez as suas observações. Fiz o maior escarcéu. Na saída ouvi alguma coisa como ordem da presidência! Está acabando, assim espero! ( Tem documento para tudo que foi dito acima)

Hoje, pago mais um plano de saúde, repito, pago mais um plano de saúde. Outro dia tive uma cirurgia médica de urgência, complicada, CTI. Quanto o especialista recebeu? Setenta reais, setenta reais! E a ANSs?!

Otávio Mancini Soares 315 --- --6-49

Contatos do MS nas datas que seguem: 05/11/2013; 24/09/2013; 31/12/69; 31/12/69 e 31/12/69. Esses dois últimos foram do além, para quem quiser, tem imagem também!



Os médicos concursados e até o contratados são ótimos, os funcionários se desdobram em dez, o Contribuinte sou eu,  ladrão a priori !

Nenhum comentário: